Sobre crianças,bonecas,felicidade e uma loja feita de vidro.






Catherine: (Quase) casada...Poderia sair do quase se não tivesse um noivo "enrolão",sem filhos,com um emprego que a faz ganhar bem o suficiente para comprar todos os seus luxos,e descobriu que adora aprender coisas com as crianças e é disso que ela quer falar com você.

Olá,nunca fui boa de apresentações,talvez por que nunca quero parecer simpática,afinal é muito cansativo.Quero falar sobre uma tarde tediosa e bem sofrida de quarta feira.E quando me vi estava dentro de uma loja,feita basicamente de vidros.Era algo feito propositalmente,as outras lojas eram feitas de paredes,madeiras..Enfim,as outras lojas eram normais.Entretanto,as pessoas que passavam e olhavam aquela loja feita de vidro,eram atraídas pela curiosidade e entravam.Algumas percebiam que era tudo um golpe de marketing( como eu) e outras não percebiam,achavam que era levar tudo para um lado comercial demais,que era só um acaso do destino essa loja ser diferente das outras,nenhuma jogada de marketing.Mais com crenças diferentes sobre isso ou não,todas as mulheres daquela loja,continuavam ali e não estavam interessadas em saber o que as atraiu para aquela loja.

-Ai,escolher entre essa calça e esta calça aqui está mais difícil do que arrumar um namorado.- A mulher ria.Ria alto.Ria para todo o shopping ouvir e mais que o suficiente para o meu ouvido reclamar.

Enquanto soltava suas filosofias de homens X roupas,ela se olhava nos espelhos da loja,admirando toda a sua beleza e colocando as roupas em seu corpo e rodando pela loja.E eu me sentei em um puf,super confortável da loja,enquanto sentia um sapato da nova coleção,virava meu pé de um lado para o outro,mais no fundo eu já sabia que queria aquele.Não fazia parte de mim ter aquela indecisão de todas as mulheres dali,mais as vezes eu fazia parecer que eu estava indecisa para me sentir parte do grupo- e também porque era divertido.

Olhei ao meu lado e lá estava uma criança penteando o cabelo de sua boneca,alisando.Tão suavemente e então perguntei:

-Ela tem um nome?

-Tem.Felicidade.

-É um nome lindo.

-É,eu não conheço ninguém com esse nome.

-É por que é raro as pessoas terem essa felicidade tão inocente quanto a da sua boneca..

-Por que?

É,havia me esquecido que crianças adoram perguntar “Por que?”.Se questionam de tudo e isso não é ruim.É algo que muita gente grande deveria aprender com as crianças.Quanto mais perguntas tiverem,mais correram atrás da resposta e levaram dessa caminhada: conhecimento.

-Por que..Olhem só para elas.-Apontei para as mulheres indecisas entre a marca de sapato mais cara da loja e a marca de bolsa mais cara da loja.-Eu acho que realmente você deveria apresentar a sua boneca para elas.Elas parecem ter perdido a boneca delas.

-É,elas precisam dela mesmo..Você não é igual a elas.

-Acontece que é porque eu também tenho uma boneca como a sua.

-Jura? Me mostra?

E então ela se levantou e ficou em minha frente esperando eu tirar da minha bolsa,uma linda boneca.

-Então,ela está guardada dentro de mim e o nome dela é felicidade também.

-Guardada dentro de você? Como eu faço isso? Por que algumas meninas querem roubar ela de mim,e eu tenho medo de perder a Felicidade..Me ensina a guardar ela dentro de mim,tia?

-Olha,a boneca você pode perder..Mais lembra do nome dela? Repete para mim?
-FE-LI-CI-DA-DE

-Essa sim,eu quero que você guarde sempre dentro de você.Sempre,a boneca pode ir,mais fique com o nome dela sempre perto de você,dentro de você.Ele vai te deixar forte.

A menina então sorriu e disse.

-Eu vou lembrar disso pra sempre.

Nesse dia percebi que:

Para aquela criança que era dona da Felicidade,pode mesmo ter parecido que eu tenha ensinado algo para ela...Mais posso dizer que aprendi bem mais com ela.Aprendi que eu vou cuidar bem mais da “ bonequinha” que vive dentro de mim.





Mais informações »

Quem sou eu

Minha foto
Carioca,leonina,amante da noite e do frio,a ''psicóloga'' de todos os seus amigo e acredita que a vida pode ser mesmo um palco,uma passarela ou qualquer coisa que tenha você no centro de tudo. Acredita em Deus,mas não no Deus de todo mundo. Acredita em anjos,mas estes estão bem aqui,na terra. Acredita em milagres e que eles vem de você. Acredita que as palavras tem poder e que o silêncio também. Acredita que se você acreditar muito em alguma coisa,todos vão acreditar e tudo pode se realizar. Todas as letras espalhadas tentando se encaixar formando palavras e estas formando um humilde texto: são de minha autoria.Não que eu acredito que alguém realmente se interesse em publica-los,mas se for fazer isso: me avise.

Populares

Nathalia A. Abreu. Tecnologia do Blogger.